A benção, Vovô! A benção, Vovó! Saravá!

Fio, se suncê precisá, é só pensar na Vovó, que ela vem te ajudar…

Cantar aos Pretos Velhos é como fazer uma oração que liga os nossos corações diretamente ao amor de Deus. É o amor puro, simples e desmedido que vem em terra junto com nossos velhinhos.

A chegada dos Pretos Velhos em terra é um momento de santidade.
Uma energia de paz e acalando toca a todos no ambiente, estamos diante dos emissários do Cordeiro, e em nome dele eles vêm trabalhar.

Os velhinhos em terra são a cavalaria de Cristo que, por amor e caridade, chegam pra limpar, curar e acalmar os nossos corações.

Os Pretos Velhos são o espelho da nossa alma.

Eles vêm encurvados pra nos lembrar da importância de nos erguermos diante dos desafios.
Eles “lembram” do cativeiro pra nos libertar das nossas escravidões auto-impostas.
Eles falam baixinho pra que nós possamos aprender a ouvir e pra que nunca mais deixemos de erguer a nossa voz contra a injustiça e a maldade.
Eles vêm cansados, pra que nunca nos falte força nem disposição.

Salve a força de nossos anciões, salve a força de nossa ancestralidade.

Salve Vovô, salve Vovó!
Saravá os Pretos Velhos!
Salve Pai Bento, Salve Pai Antonio, Salve Vó Sebastiana!

Adorei ás Almas!

Comentários

comentários

Você pode gostar...